04 Nov

A azia benfiquista!

Eu até sou contra o Labaredas, e que se use o Site oficial dos clubes para debitar postas de pescada a tresandar a bafio e a precisarem de Rennie, mas esta merece que fique para a história. Nunca vi nada a bater tão baixo e tão no fundo como este texto que está presente no Site do SLBenfica, como sendo um texto publicado no Jornal Benfica, logo vinculativo da opinião oficial desta instituição.

http://www.slbenfica.pt/Clube/Noticias/noticiasclube_jornalobenfica_071109_52897.asp

Champions 2003/2004
Terá sido comprada?

A pergunta refere-se à Champions 2003/04, ganha (comprada?) pelo FC Porto. E toda a envolvência da época em referência, bem como as muitas Escutas relativas ao megaprocesso “Apito Dourado” indiciam actos (muitos!) ilícitos…

Quem olha para a temporada 2003/04 efectuada pelo FC Porto pensa: foi ouro sobre azul! Que grande equipa para vencer a Champions e vencer também o Campeonato! Só faltou a Taça, mas essa foi ganha com dignidade, raça e justiça (sem actos ilícitos ou manobras de bastidores) pelo Benfica, precisamente contra o FC Porto! Pois, e foram precisamente esses predicados, que se prendem acima de tudo com verdade desportiva, honestidade e credibilidade que faltaram à tal época de “ouro sobre azul” dos “dragões”!

É que não basta olhar para os resultados, pois esses, no mundinho do Futebol português são enganadores e escondem muito do jogo sujo feito nos bastidores… e é esse jogo, algumas dessas manobras que aqui mostramos, tendo como base as Escutas produzidas no âmbito do “Apito Dourado” e também várias outras coincidências que fomos descobrindo depois de uma análise mais apurada à caminhada efectuada pelo FC Porto na já referida temporada… temporada de “Apitos”, temporada de Escutas, temporada em que veio ao de cima – finalmente, apesar das consequências ainda serem poucas! – a podridão que reina desde que José Maria Pedroto decidiu “que não era preciso ter os melhores jogadores para ganhar campeonatos!”

E nós há muito que tínhamos percebido porquê! Agora, fica a pergunta no ar: será que a Champions 2003/04 foi comprada pelo FC Porto? Resta ao leitor analisar, puxar pelo senso comum, e ai não há Tribunal que o invalide ou valide!

A época corria de feição aos “azuis-e-brancos”, no entanto, o Campeonato Nacional aproximava-se rapidamente do seu final e a Champions idem… A equipa começava a desgastar-se, porque não era nenhuma superequipa (bem pelo contrário!), o Sporting mantinha-se firme na luta pelo título e era necessário tomar providências! E elas, pelo que se ouve nas Escutas, foram tomadas, com Pinto da Costa a servir-se do seu “faz tudo”, António Araújo, para que nada falhasse! O desafio dos oitavos-de-final da Champions é ilustrativo, e quem o apitou? O russo Ivanov, árbitro com problemas relativos a corrupção, juiz alegadamente controlado pela “máfia italiana”.

O golo anulado de Scholes em cima do intervalo, que daria o 2-0 ao Manchester e o livre inventado a 30 segundos do final que ofereceu o empate aos portistas, que assim seguiram em frente, não deixam dúvidas de que algo muito estranho se passou! Será que também teve direito a “risco ao meio”? Ou será que a vinda de Del Neri foi retribuição suficiente? As perguntas aí estão…

Entretanto, seguiu-se os quartos-de-final, com o FC Porto a receber, na´1.º mão da prova a equipa de Lyon, tendo vencido, por 2-0… e aí as Escutas não mentem! António Araújo não deixa dúvidas e confessa a Luís Gonçalves que “o árbitro se portou bem porque foi bem tratado e até teve direito a risco ao meio!”

Estava carimbado o passaporte para as meias-finais, e num momento crucial do Campeonato, Pinto da Costa resolve novamente, com os 2500 euros pagos a Augusto Duarte a permitirem maior tranquilidade frente ao Beira-Mar, e, consequentemente, maior tranquilidade também frente ao Deportivo da Corunha… que abriu caminho para a final da prova.

E assim se constrói uma equipa, e assim se ganham (compram?) títulos! As perguntas ficam no ar, à consideração do leitor… Nós, por cá, não precisamos que nenhum, Tribunal valide as Escutas para percebermos e acreditarmos em tudo o que lemos, ouvimos e vimos!

Texto: Sónia Antunes
Leia mais no Jornal “O Benfica”.

E para que não fiquem dúvidas, não vá alguém arrepender-se e retirar aquilo do ar, aqui fica o Screenshot!

site_slb

28 Mai

Verdade inconveniente…para os lados da 2ª Circular

Enquanto permite que se discuta em praça pública o seu comando técnico envolvendo um adversário directo e anuncia a composição do seu (uma vez mais…) super-plantel, há um clube que ficou a «escassos» 11 pontos do Tetracampeão e que se entretém em exercícios rebuscados de demagogia. «Onde páram 16 pontos»? O Labaredas dá uma pista… Primeiro corrijam o erro de ortografia no «param», a seguir procurem um espelho e detectem a incompetência generalizada de quem vive de uma tradição esfarrapada.

Chamam-lhe «verdade inconveniente». Sim, o Tetra do F.C. Porto é de facto uma verdade inconveniente. Especialmente para quem não gosta do clube, resume os seus méritos nos queixumes do costume e teima em não reconhecer a dimensão de elite que os Dragões atingiram.

Depois de terem tentado jogar a UEFA Champions League na secretaria e não nos melhores palcos do planeta, após novo falhanço do enésimo «melhor plantel de sempre», no encerramento de mais um ano para esquecer, nada melhor que uma contabilidade ardilosa para nos fazer rir. Insistam em lançar poeira para o ar. O verão é longo. E nos meses de canícula, claro, vocês são sempre campeões! Viva a silly season!

in FCPorto

As coisas andam más para os lados da 2ª Circular. Para além dos comentários no mínimo ridículos que colocam no seu site oficial, a ler aqui,  o candidato a presidente do SLB Bruno Carvalho já verificou que realmente a organização encontra-se aqui mais a Norte.

Bruno Carvalho dá os “parabéns ao sócio nº 17.599″ dos dragões, alegadamente Luís Filipe Vieira, presidente do clube encarnado.

Bruno Carvalho, candidato assumido à presidência do Benfica, colocou o primeiro cartaz da sua candidatura, com o qual pretende “despertar as consciências” e que tem como “estrelas” os jogadores do F. C. Porto.

O cartaz, com cerca de 1,70 metros de altura, mostra os futebolistas do F. C. Porto a celebrarem o quarto título consecutivo de campeão de futebol e questiona: “Até quando os vamos deixar ganhar?”.

Em letras mais pequenas, pode ainda ler-se “Parabéns ao sócio nº 17.599 do F. C. Porto”, que, segundo Bruno Carvalho, é Luís Filipe Vieira, presidente do Sport Lisboa e Benfica

in JN

Veremos então quem não vai “perder o Norte” nas próximas eleições

12 Mai

Obrigado Rui!

Embora não seja das minhas preferências clubísticas, não posso deixar em claro aquele que para mim foi dos melhores jogadores portugueses de todos os tempos, e cujo amor demonstrado ao clube demonstra a grande pessoa que é.

Rui Costa, 10 benfiquista, espalhou classe e charme com todas as camisolas que vestiu – Benfica, Fiorentina, Milan e novamente Benfica, e principalmente com a da Selecção Nacional. Não me sai da cabeça o grande golo marcado frente à Inglaterra no Euro2004.

Alguem que, com 36 anos, consegue ser de longe o melhor em campo da equipa do Benfica, diz muito da classe do mesmo ( ou da não classe do resto da equipa, mas isso são outros quinhentos 😀 )

Por isso, por tudo o que fizeste pela Selecção, por seres um enorme jogador, e por tudo o que fizeste pelo Futebol Português, o meu grande Muito Obrigado Rui!