23 Abr

Angola, here I go…

angola-luanda

E será este o meu destino durante dois meses, a começar em meados do próximo mês. Dois meses de trabalho em terras africanas, onde, para além de uma experiência fora da Europa, será também a minha primeira experiência de trabalho além fronteiras, e ainda por cima num país tecnologicamente subdesenvolvido.

Podem contar desde já (e aliás como prometi à malta do Infosec-Pros-PT) com alguns relatos de experiências a nível das TI neste mercado.

É certo que irei para uma empresa específica fazer um trabalho específico, mas acredito que possa dali retirar alguma experiência a partilhar com as pessoas que acredito, cada vez mais, quererem sair deste país e emigrarem para outros destinos. Angola é certamente dos mais apetecíveis. Existem já cerca de 100 mil portugueses em terras angolanas.

Será de certo uma aventura diferente :-)

28 Dez

O poder das Redes Sociais

Ensitel

A sabedoria popular diz-nos e com razão: para construirmos uma imagem, demoramos anos. Para a destruir, basta um segundo.

O que este dito nos pode ensinar é que devemos medir bem todas as nossas acções, sob o risco de mancharmos de forma inequívoca a imagem até então construída.

A Ensitel deve ter percebido isso hoje, e da pior forma.

Abreviando a história, a JonasNuts, conhecida blogger portuguesa, teve há pouco mais de um ano, alguns problemas com esta empresa fornecedora de telemóveis, e relatou no seu blog os problemas que teve e que inclusivamente terminaram em Tribunal.

Como blogger que é, relatou no seu blog os vários passos do processo (ver abaixo).

Os advogados da Ensitel mandaram agora à dita JonasNuts uma citação pessoal, intimando-a a apagar os ditos posts do blog.

É fácil, portanto, de imaginar a mini-revolução que isto causou na blogosfera portuguesa. Não querendo aqui entrar em pormenores de quem tem ou não razão no processo, o facto é que isto causou uma pequena tempestade, e hoje a #ensitel é uma das hashtags mais twittadas, pelos piores motivos. A Daniela Espírito Santo explica mais sobre isto no artigo do JN.

A Ensitel terá também começado a censurar os posts feitos na sua página da popular rede social Facebook.

Neste caso, a Ensitel terá subestimado o poder das redes sociais. A forma como se espalha a mensagem hoje em dia é de uma rapidez inacreditável, e gerou aqui um movimento, do qual a Ensitel só terá a perder.

É que a notícia já chegou ao JN, à TVI24, a Exame Informática, ao Destak, e não tardará a chegar a outros orgãos da Comunicação Social. No Google, nos 10 primeiros links, 7 já são referentes a esta história.

Mais ainda, para além de menosprezar a blogosfera portuguesa, terá ainda tentado impedir um cidadão português de manifestar a sua opinião perante o serviço que lhe foi prestado por essa empresa. Não será caso de violação da Constituição no que diz respeito à Liberdade de Expressão e Informação?

As empresas portuguesas, como prova este caso da Ensitel, tem ainda muito que aprender quanto à sua presença na Web e na forma como esta pode permitir transmitir a informação. Seria bom que este caso desse para que muitas empresas repensassem a sua política de comunicação.

Ficam aqui os links para os posts da Jonasnuts sobre o assunto:

Take 1

Take 2

Take 3

Take 4

Take 5

Take 6

Take 7

A Citação

E também alguns blogs que noticiaram o acontecimento:

http://ricardoraimundo.com/2010/12/ensitel-bem-vinda-as-redes-sociais/

http://lpm.blogs.sapo.pt/655987.html

http://mrsteed2.blogspot.com/2010/12/momentos-douradinhos-edicao-especial.html

http://jugular.blogs.sapo.pt/2393687.html

http://inmytech.wordpress.com/2010/12/28/ensitel-e-muitos-problemas/

http://abertoatedemadrugada.com/2010/12/ensitel-no-seu-melhor.html

http://blog.nonsensebb.com/2010/12/28/ensitel-relacoes-publicas-nao-advogados

 

27 Dez

Engenharia Social, ou a facilidade com que se apanham dados de um computador

privacy-protection-425x319

O vídeo abaixo demonstra a facilidade com que alguém, com acesso a um computador, local ou remotamente, consegue-se apropriar de informações pessoais do dono.

Neste caso até, tratava-se de alguém cujo laptop tinha sido roubado, e que passado dois anos ainda conseguia o acesso ao mesmo.

YouTube Preview Image

 

Embora as ferramentas de acesso e a forma de as utilizar não sejam demonstração da falta de segurança, este vídeo pretende sensibilizar os utilizadores para a importância da informação que têm localmente nos seus discos e como alguém mal intencionado consegue facilmente recuperar toda a nossa vida.

14 Dez

Mapa de utilizadores Facebook

map_fb_resized


Uma imagem esclarecedora sobre a dimensão e a globalização daquela que  é considerada a maior rede social da Internet – o Facebook.

Um engenheiro do Facebook, Paul Butler, criou um software que gerou uma imagem com a localização dos utilizadores que se encontram registados nesta rede social – lembre-se que já ultrapassou os 500 milhões de utilizadores.

Como seria de esperar, a grande predominância vai para a Europa e Estados Unidos, assim como o Brasil (onde ainda impera o Orkut). De notar é o total apagão na China e Rússia.

Esta imagem pode ser descarregada em alta resolução neste endereço (3.8Mb). Até pode dar um bom wallpaper :-)