17 Set

Formação Citrix de Essentials for Hyper-V

A Citrix irá fornecer gratuitamente formação Online em Citrix Essentials for Hyper-V, que irá permitir aos formandos a execução de tarefas básicas de instalação e configuração de ambientes de virtualização em Hyper-V.

Atenção que esta formação tem tempo de inscrição limitado, findo o qual será leccionado ao custo de US $120.

Read More




21 Jul

Microsoft cede linhas de código ao Linux

Numa iniciativa inédita por parte da Microsoft, esta decidiu ceder uma boa parte do seu código fonte aos developers dos Sistemas Operativos baseados em Linux.

O objectivo da Microsoft é aumentar o desempenho dos seus Sistemas Operativos em máquinas virtuais de ambiente Linux, com base no software de Virtualização Hyper-V.

O código será lançado sob a licença GPLv2. Sob esta licença, os developers poderão investigar e alterar o código fornecido ( agrupado em três drivers ) podendo, posteriormente, integrá-los no kernel Linux.

Embora já tenha havido anteriormente fornecimento de código da Microsoft para o Linux, esta é a primeira vez que o faz sobre esta licença.

14 Mai

Licenciamento Hyper-V da Microsoft ( Windows Server 2008 )

O Windows Server 2008, tendo como uma das suas roles principais o Hyper-V ( já tratado em artigos anteriores ) traz também bastantes vantagens no que diz respeito ao licenciamento de Sistemas Operativos, quer hospedeiros quer virtualizados.

Assim, o facto de comprarmos uma licença de Windows Server 2008 dá-nos, à partida, o direito a instalar o mesmo Sistema Operativo ou versões “inferiores” sem qualquer licenciamento adicional, nos seguintes moldes:

Read More




30 Abr

Soluções de Virtualização – Hyper-V

O Windows Server 2008 Hyper-V é a tecnologias de virtualização baseada em hypervisor’s mais recente, que permite fazer o melhor uso da infraestrutura de hardware existente ao consolidar múltiplos server roles em máquinas virtuais separadas correndo sobre uma única máquina física. Com o Hyper-V, é possível correr de forma eficiente diferentes sistemas operativos com pleno uso dos 64 bit’s de processamento.

O Hyper-V é uma plataforma de virtualização dinâmica, robusta e escalável combinada com um conjunto de ferramentas de gestão integradas para gerir tanto os recursos físicos como virtuais, criando assim o conceito de Datacenter Virtual.

30 Abr

Soluções de Virtualização – Xen

O Xen é um hypervisor free para arquitecturas IA-32, x86, e86-64, IA-64 e PowerPC970. Permite correr diversos sistemas operativos no mesmo hardware, ao mesmo tempo.

Um sistema Xen está estruturado com o Hypervisor Xen sendo a camada mais baixa e mais privilegiada de todo o sistema. Acima desta camada, existe um ou mais sistemas operativos guest, que o hypervisor orienta através dos CPU’s físicos. O primeiro sistema operativo guest, denominado pelo Xen de dom0, é automaticamente executado quando se inicia o hypervisor e são é-lhe dado privilégios especiais de gestão e acesso directo ao hardware físico. O administrador de sistemas liga-se ao dom0 para iniciar qualquer outro sistema operativo guest, chamado domU na terminologia Xen.

O Xen encontra-se entre o hardware e o sistema operativo dos diversos domínios. O Hypervisor é responsável por verificar tabelas de alocação de paging, alocação de recursos para novos domU’s e gestão dos actuais. É apresentado aos domínios como uma Virtual Machine que aparenta similar mas não idêntica à arquitectura nativa. É também responsável por arrancar a máquina o suficiente para ela arrancar o dom0.

Assim como as aplicações interagem com o Sistema Operativo através de syscalls, os domínios interagem com o hypervisor utilizando hypercalls. O hypervisor responde ao enviar ao domínio um evento, que tem basicamente a mesma função que o IRQ num hardware real. Versões modificadas de Linux, BSD e Solaris podem também ser usadas como dom0. Vários sistemas operativos Unix-based podem ser usados como sistemas operativos guest. Em determinado hardware, a partir do Xen 3.0, versões não modificadas do Microsoft Windows e outros sistemas operativos proprietários podem também ser usados como guests, desde que o CPU nativo suporte virtualização ( Intel VT ou AMD V ).