28 Dez

O poder das Redes Sociais

Ensitel

A sabedoria popular diz-nos e com razão: para construirmos uma imagem, demoramos anos. Para a destruir, basta um segundo.

O que este dito nos pode ensinar é que devemos medir bem todas as nossas acções, sob o risco de mancharmos de forma inequívoca a imagem até então construída.

A Ensitel deve ter percebido isso hoje, e da pior forma.

Abreviando a história, a JonasNuts, conhecida blogger portuguesa, teve há pouco mais de um ano, alguns problemas com esta empresa fornecedora de telemóveis, e relatou no seu blog os problemas que teve e que inclusivamente terminaram em Tribunal.

Como blogger que é, relatou no seu blog os vários passos do processo (ver abaixo).

Os advogados da Ensitel mandaram agora à dita JonasNuts uma citação pessoal, intimando-a a apagar os ditos posts do blog.

É fácil, portanto, de imaginar a mini-revolução que isto causou na blogosfera portuguesa. Não querendo aqui entrar em pormenores de quem tem ou não razão no processo, o facto é que isto causou uma pequena tempestade, e hoje a #ensitel é uma das hashtags mais twittadas, pelos piores motivos. A Daniela Espírito Santo explica mais sobre isto no artigo do JN.

A Ensitel terá também começado a censurar os posts feitos na sua página da popular rede social Facebook.

Neste caso, a Ensitel terá subestimado o poder das redes sociais. A forma como se espalha a mensagem hoje em dia é de uma rapidez inacreditável, e gerou aqui um movimento, do qual a Ensitel só terá a perder.

É que a notícia já chegou ao JN, à TVI24, a Exame Informática, ao Destak, e não tardará a chegar a outros orgãos da Comunicação Social. No Google, nos 10 primeiros links, 7 já são referentes a esta história.

Mais ainda, para além de menosprezar a blogosfera portuguesa, terá ainda tentado impedir um cidadão português de manifestar a sua opinião perante o serviço que lhe foi prestado por essa empresa. Não será caso de violação da Constituição no que diz respeito à Liberdade de Expressão e Informação?

As empresas portuguesas, como prova este caso da Ensitel, tem ainda muito que aprender quanto à sua presença na Web e na forma como esta pode permitir transmitir a informação. Seria bom que este caso desse para que muitas empresas repensassem a sua política de comunicação.

Ficam aqui os links para os posts da Jonasnuts sobre o assunto:

Take 1

Take 2

Take 3

Take 4

Take 5

Take 6

Take 7

A Citação

E também alguns blogs que noticiaram o acontecimento:

http://ricardoraimundo.com/2010/12/ensitel-bem-vinda-as-redes-sociais/

http://lpm.blogs.sapo.pt/655987.html

http://mrsteed2.blogspot.com/2010/12/momentos-douradinhos-edicao-especial.html

http://jugular.blogs.sapo.pt/2393687.html

http://inmytech.wordpress.com/2010/12/28/ensitel-e-muitos-problemas/

http://abertoatedemadrugada.com/2010/12/ensitel-no-seu-melhor.html

http://blog.nonsensebb.com/2010/12/28/ensitel-relacoes-publicas-nao-advogados

 

29 Set

Novo investimento no Twitter

A rede social Twitter, uma rede de microblogging famosa na Internet, anunciou um investimento profundo na sua plataforma.

Sem confirmar valores, estima-se na blogosfera que o investimento terá rondado os 100 milhões de dólares, e foi feito por empresas da área dos investimentos financeiros, como a T. Rowe Price e a Insight Venture Partners.

O  negócio envolveu também os actuais investidores Institutional Venture Partners, Spark Capital e Benchmark Capital.

Numa altura em que se fala cada vez mais na entrada de publicidade no Twitter, e onde ainda é desconhecido qual o modelo de negócio que sustenta esta rede social, espera-se então novidades para breve relativas ao financiamento desta plataforma.




23 Set

Microsoft adquire novas empresas

A Microsoft aposta cada vez mais forte na sua área de gestão, com a sua suite Microsoft Dynamics AX. Nesse sentido, adquiriu pequenas empresas que actuavam nesta área dos ERP’s, por forma a integrar as suas soluções dentro da sua suite.

O gigante de Redmond anunciou esta terça-feira a aquisição da FullScope (serviços profissionais da Computer Generated Solutions), do programa de venda da LS Retail e da To-Increase Denmark. A empresa não anunciou os valores financeiros relacionados com estas aquisições. Para além da integração dos seus produtos no Microsoft Dynamics, estas empresas continuarão a produzir software para integração noutras suites Microsoft.

A Microsoft virou-se para a área dos ERP’s com a aquisição do Navision, em 2002. A Suite Dynamics AX é fruto de desenvolvimento desta aplicação, a que se juntam agora estes novos produtos. A empresa pretende, com estas aquisições, ganhar algum mercado entre as grandes empresas, fatia esta que é dominada actualmente pelos ERP’s da Oracle e da SAP. A principal aposta na penetração deste mercado, segundo Kees Hertogh (Director do produto na Microsoft), para além da integração vertical de soluções, seria um custo de manutenção e gestão inferior aos praticados pela Oracle e pela SAP.

21 Set

"Hackers" utilizam publicidade paga para difundir vírus

Os leitores do NYTimes Online depararam-se, na passada semana, com um popup a informar da presença de malware na sua máquina e a solicitar a instalação de um software de antivírus específico, bastando para tal clicar no dito popup.

Esta não é uma novidade no mundo dos vírus e do software malicioso. Sites como a FoxNews já foram, a seu tempo, vítimas de situações semelhantes. O NYTimes rapidamente lançou um alerta, indicando que se trataria de um anúncio não autorizado e que iriam imediatamente investigar a situação.

Read More




21 Set

“Hackers” utilizam publicidade paga para difundir vírus

Os leitores do NYTimes Online depararam-se, na passada semana, com um popup a informar da presença de malware na sua máquina e a solicitar a instalação de um software de antivírus específico, bastando para tal clicar no dito popup.

Esta não é uma novidade no mundo dos vírus e do software malicioso. Sites como a FoxNews já foram, a seu tempo, vítimas de situações semelhantes. O NYTimes rapidamente lançou um alerta, indicando que se trataria de um anúncio não autorizado e que iriam imediatamente investigar a situação.

Read More